sexta-feira, 12 de novembro de 2010

O nosso doutor...


Caros leitores e leitoras: Este é um dia especial para a minha família. Por isso, peço licença para falar sobre um assunto particular importante e que muito me orgulha. Eu e minha filha Ariane estamos publicando simultaneamente em nossos blog: http://ariaguindani.blogspot.com/ e http://arianenocanada.blogspot.com/ o texto abaixo, pois achamos que nosso filho e irmão merece esta pequena, mas sincera homenagem de sua família. Em 2002, aos 24 anos ele era gerente de uma grande empresa em Fraiburgo SC, sua vida aparentemente estava bem direcionada e resolvida, porém em um belo dia no mês de setembro ao chegar em casa para o almoço, deixou o prato de lado e falou para seus pais que iria se mudar, posteriormente fez sua mala, largou tudo e foi embora! Seus pais ficaram sem entender nada, mas a noite ele ligou para casa e disse que queria ser professor e iria começar o mestrado na UFSC em Florianópolis SC, e assim inicia-se a nossa historia, ou melhor, a história dele!


Sem ao menos ter terminado a graduação e a pós-graduação (terminando-os no mesmo ano de 2002) iniciou o mestrado, porém com algumas dificuldades, afinal nada seria tão fácil como ele imaginava. Pensou em desistir muitas vezes. A saudade de casa aumentou, as tentações da capital Catarinense o chamavam, mas seus pais não o deixaram desanimar. Como incentivo seu pai resolveu fazer o mestrado junto com ele e também para ficar mais próximo do filho. Enquanto isso sua mãe e sua irmã o apoiavam a cada instante, afinal se esse era seu sonho a família toda iria ajudá-lo! Depois de muito estudo e muito aprendizado, ele se tornou mestre! Missão cumprida! Logo em seguida, ele já se programou para dar mais um passo e fazer doutorado. Com a carta de aceitação da Universidade Espanhola em mãos, seu objetivo era ir morar e estudar na Espanha, mas nesse momento ele teve uma grande surpresa, talvez a maior bênção de Deus em sua vida: o dom de ser pai! Mudança de planos, ele teria que se mudar para Curitiba PR e assim o fez. Iniciou sua vida novamente, lecionando em algumas faculdades, resolveu montar a sua própria empresa e coordenar uma pós-graduação.

Embora sua vida estivesse estável de novo, seu desejo de fazer doutorado ainda estava nos seus planos e assim ele decidiu que o faria na Unesp de Botucatu SP. Então, iniciou-se mais um ciclo, dessa vez mais puxado do que o mestrado, mais um desafio estava sendo lançado, afinal além de todo o investimento financeiro a ser direcionado, ele ainda tinha que dividir seu tempo entre a nova família e o seu trabalho, uma tarefa um tanto quanto difícil. Mas com seu esforço deu certo! No começo ele precisaria fazer os créditos de todas as matérias e para isso precisava estar em São Paulo pelo menos 2 dias na semana, posteriormente ele precisava estudar 3 dias na semana, e assim sua rotina começou ficar complicada! Suas semanas basicamente se resumiam em: Domingos viajar para São Paulo, segundas, terças o dia todo e quartas pela manhã tinha que se dedicar as aulas de doutorado, quarta pela tarde retornava a Curitiba pois a noite ele tinha que dar aula, quinta e sexta pelas manhas e noites ele dava aula e a tarde trabalhava em sua empresa. Ufa! Ainda não acabou! Aos sábados a cada 15 dias ele ainda tinha que coordenar a pós-graduação durante o dia todo... Bom, e a família? e a sua vida social? Ele tinha que dar um jeito nesse meio tempo de tentar conciliar! Não foi fácil, foram noites mal dormidas, foram horas e mais horas de viagem nas quais, às vezes, ele ligava para a mãe para conversar, pois estava com sono e não podia dormir ao volante... (combinavam que a mãe ligaria de meia em meia hora para não deixá-lo dormir). Foram muitos momentos em que ele pensou em desistir, foram muitos dias em que ele sentia vontade de ficar pertinho de seu filho e não podia pois tinha que estudar, trabalhar ou viajar! Nada foi fácil, mas hoje: 12 de novembro de 2010 finalmente o seu sonho esta se tornando realidade, o dia em que Deus lhe reservou momentos de tensão pré-banca e muita emoção por estar conquistando seu maior título diante de sua tese de doutorado! Nesse mesmo dia o Vô Armando esta olhando lá do céu, com muito orgulho, o seu neto (o primeiro da sua família) se tornar doutor! Quem diria né? Quem muitas vezes não acreditou no potencial dele hoje talvez esteja calado... Nesse dia também, seus pais explodem de emoção, orgulho e felicidade pois sentem-se com o dever cumprido de terem feito como ninguém o papel de pai e mãe, o papel de amigos e acima de tudo, o ato de educar e receber de seu filho a resposta de todo o esforço! Não há para isso palavras corretas para expressar toda a emoção. E o que dizer de sua irmã que esta no Canadá, tão longe? Ela mesmo de longe esta perto, e imensamente feliz e orgulhosa por ter um irmão dedicado, um exemplo e um espelho a se enxergar no futuro, afinal, além de irmãos ainda são melhores amigos, aqueles que compartilham segredos, experiências e ainda dividem o papel de serem empreendedores juntos! E o Andrezinho? O que será que esta pensando? Será que ele esta contando para todos os amiguinhos da escola que seu papai esta passando por um momento de transição importante e decisivo na sua vida? Pode ser muito mais do que isso! Hoje ele com sua alegria e espontaneidade esta sendo a maior forca, o maior motivo para conquistar tudo cada vez mais... Neste dia amigos, conhecidos, familiares, colegas... estão todos unidos para a grande salva de palmas... Afinal, como já diria William Arthur Ward: “O professor medíocre conta. O bom professor explica. O professor superior demonstra. O grande professor inspira". E ele é a nossa maior inspiração a cada dia, Doutor Roberto Ari Guindani. Parabéns pela sua conquista, o seu sonho também é o nosso sonho!!! Ari, Marilucia, Ariane e André(Dézinho).

4 comentários:

  1. Respondi via e-mail, mas novamente o meu Parabéns por esta conquista tão importante e difícil! Comemorem com muito orgulho! Beijão

    ResponderExcluir
  2. Não tenho palavras para descrever o meu sentimento de emoção ao ler esse post! Sinto muito orgulho de conhecer pessoas tão batalhadoras que nos servem de exemplo para toda vida! Parabéns ao Dr e toda sua família! Abs, Juliana.

    ResponderExcluir
  3. Nani..que emocionante esta homenagem....é realemnte muito inspirador ler isso. Parabens pro seu irmao e pra toda a familia que esteve sempre junto..
    beijaoo

    ResponderExcluir
  4. Povo, eu sou muito feliz por ter uma família maravilhosa! Meu pai (Ari), minha mãe (Mari), minha irmã (Ariane) e meu filho (André) são motivos para eu "lutar todas as guerras" com veemência. Amo vcs!!! Beijos, Dr. Guindani (risos)

    ResponderExcluir